[Tópico Oficial] I Am Alive, o jogo de sobrevivência pós-apocalíptico da UbiSoft para PSN e XBLA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Tópico Oficial] I Am Alive, o jogo de sobrevivência pós-apocalíptico da UbiSoft para PSN e XBLA

Mensagem por NITROBOT em Seg Fev 27, 2012 5:50 pm

One year after, a worldwide cataclysmic event that wiped most of the human race, a man struggles for survival in a desolate city as he tries to reunite with his long lost wife and daughter. In this post-apocalyptical tale, there are no supernatural threats, just an everyman who faces a decaying and hazardous world and humanity’s darkest inclinations. Will you hang on to your humanity and help strangers or are you ready to sacrifice others in order to survive?

I Am Alive - Making Of [UK] NP



Enviado por ubisoft em 23/02/2012
The Development team gives more details on I Am Alive making of. Discover how they build a unique survival experience. More exclusive content on http://www.iamalivegame.com

KEY FEATURES:

The dead city of Haventon, immersive and treacherous
Explore the destroyed, crumbling city across different atmospheric levels, climbing your way to safety. Environments tell the story of the world as it stood before and of what has happened to the city and its people.

Unpredictable encounters
Survivors will adopt different behaviors and adapt to your actions. Some are friendly and need assistance, some are scared and others are hostile and will use group tactics to take you down. Will you go out of your way and sacrifice your few precious resources to help those in need?

Intimidation-based combat
Combat is deadly and ammo is scarce. Players will have to use deception to deal with enemies. Cowards may bow down fast to the threat of an empty gun, but aggressive enemies will put you to the test.

Stamina and resource management
Every effort has its cost. Manage your stamina skillfully to gain access to hidden. Look for resources and supplies scattered throughout the city: water, food, gas, medicine, tools, climbing gears, weapons, ammo and anything else that you can salvage from the destroyed city could prove helpful in your quest.

I Am Alive - Comeback Trailer [UK]



I Am Alive- Tape 2: Encounters [UK]



I Am Alive | Tape 3: Survival [North America]



Check out the latest video of I Am Alive and learn how to survive in this terrifying post apocalyptic world!

Check out the Website: http://www.iamalivegame.com
Follow us on Facebook: http://www.facebook.com/iamalivegame

NITROBOT
Estátua full size 1/6

Número de Mensagens : 3268
Idade : 38
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 26/06/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Tópico Oficial] I Am Alive, o jogo de sobrevivência pós-apocalíptico da UbiSoft para PSN e XBLA

Mensagem por Darth_Matcher em Seg Fev 27, 2012 7:13 pm

esse não me atraiu Thinking

Darth_Matcher
Estátua full size 1/6

Número de Mensagens : 3240
Localização : Pomerode - S.C.
Data de inscrição : 24/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Tópico Oficial] I Am Alive, o jogo de sobrevivência pós-apocalíptico da UbiSoft para PSN e XBLA

Mensagem por Galileu Bizarro em Seg Fev 27, 2012 7:16 pm

Um dos jogos mais fodas do ano!

Sai juntinho com Mass Effect 3...já separei os MP pra compra Rock

Galileu Bizarro
Estátua life size

Número de Mensagens : 11866
Idade : 27
Data de inscrição : 02/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Tópico Oficial] I Am Alive, o jogo de sobrevivência pós-apocalíptico da UbiSoft para PSN e XBLA

Mensagem por puppetm em Seg Fev 27, 2012 7:50 pm

Sei não...

puppetm
Legendary Scale Figure

Número de Mensagens : 5089
Idade : 33
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 09/07/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Tópico Oficial] I Am Alive, o jogo de sobrevivência pós-apocalíptico da UbiSoft para PSN e XBLA

Mensagem por NITROBOT em Dom Mar 18, 2012 2:27 pm

I Am Alive - Análise

Distribuidor: UbiSoft
Programador: Ubisoft Shangai
Plataforma: Xbox 360 (Xbox 360)

Por Bruno Abreu - Outer Space

O cenário de I Am Alive é um clássico dos videogames: o pós-apocalipse, com uma cidade devastada e poucos sobreviventes. Mas desta vez a ameaça para o jogador não envolve o clichê supremo dos zumbis ou mutantes, mas sim o próprio contexto de estar lutando pela vida em um lugar destruído, onde as circunstâncias obrigaram os sobreviventes a comer ratos e perder qualquer traço de civilidade. São desafios mais interessantes e ainda maiores que lutar contra mortos vivos, graças em parte pelas boas ideias concebidas pela Ubisoft Shanghai, mas também por algumas imprevistos técnicos do jogo.

100% zombie free

O enredo apresenta um homem chamado Adam, que foi um dos poucos sobreviventes a uma catástrofe mundial que reduziu cidades a montes de entulho e nuvens de poeira. Ele está em uma cidade fictícia chamada Haventon, onde espera poder encontrar sua mulher e filha.

Os sobreviventes se referem à catástrofe, ou "ao evento", sempre de forma elusiva, mas é possível deduzir desde o começo que se trata de uma série de fortes terremotos. Os sismos criaram um cenário perfeito para que o protagonista ponha à prova suas habilidades atléticas, escalando estruturas e dando saltos no estilo Prince of Persia. Acontece que ser Prince of Persia cansa, e desta vez há um medidor de resistência que dará o maior trabalho para ser mantido cheio. Cada ação atlética realizada por Adam, seja uma simples corrida ou uma escalada, fará a barra de resistência cair e degenerar. Se esta chegar a zero ele terá que buscar forças de outro medidor -- a sua barra de vida -- até que esta também caia a níveis críticos e leve à morte. Parar para descansar pode recuperar as energias, mas isso acontece apenas na medida da barra que não se degenerou.

Manter a integridade física do herói é um problema e tanto diante dos desafios propostos pelo jogo. Adam não apenas terá que escalar estruturas gigantescas, capazes de minar a resistência de um tri-atleta, como também precisará se virar com a escassez de itens que possam curar seus ferimentos ou saciar sua sede. Na pós-apocaliptica Haventon, a disputa pelas poucas garrafas de bebida, latas de comida ou kits de primeiros socorros fez os sobreviventes matarem uns aos outros, e obrigará o jogador a pensar muito antes de gastar seus itens.

Assim como a comida, balas de revolver são itens raros, portanto a melhor forma de resolver um conflito geralmente é evitando-o. Adam frequentemente encontrará sobreviventes na cidade, e eles terão sempre duas posturas: estarão com medo, protegendo seu canto e sua comida ou terão formado gangues para seguir a lei do mais forte. A melhor forma de lidar com os outros é evitando uma briga, saindo de mansinho com as mãos ao alto. Mas as gangues e os mais agressivos sempre vão querer encrenca, e aí será preciso descobrir como se safar de um encontro com quatro ou mais inimigos armados com facões e pistolas.

O combate é um dos aspectos em que I am Alive se mostra mais interessante e realista. Se livrar de um grupo de inimigos armados tendo geralmente apenas uma bala para gastar envolve pensar bem no que pode ser feito. É possível, por exemplo, apontar o revolver para um inimigo que tenha apenas um facão nas mãos e intimidá-lo, mesmo sem ter a arma carregada. Porém, caso o jogador fique apontando a arma por tempo demais, seu alvo pode ganhar confiança e questionar algo como "aposto que essa arma não está carregada" ou "ele não tem coragem de atirar". Em outras situações, pode ser necessário um ataque surpresa ou atirar no que se mostrar mais valentão, para então fazer com que os outros fiquem intimidados e recuem.

Espere o inesperado

Os itens extremamente limitados e a existência de uma barra de resistência capaz de degenerar torna o desafio de I am Alive às vezes intenso e impiedoso. As situações de combate e até mesmo o ato de escalar costumam exigir reações rápidas, o que pode pegar o jogador desprevenido. Como se isso não bastasse, a tentativa e erro aqui também é limitada pela existência de um contador de "retry". Ou seja, voltar ao checkpoint mais próximo e tentar de novo também consumirá um item raro.

O desafio é alto para o padrão dos jogos atuais, mas há um bom balanceamento ao longo da aventura. Você frequentemente estará em condições piores que as ideais por conta de decisões erradas ou itens mal gastos, mas os desafios jamais serão insuperáveis. Basta, talvez, uma dose generosa de paciência.

E paciência em I am Alive não é uma virtude necessária apenas para superar as condições extremas em que o protagonista se encontra. O controle do personagem durante a escalada é falho e o jogo costuma continuar sozinho um movimento que já foi interrompido no controle. Subir uma parede e ver o personagem indo para os lados quando deveria acabar de subir é uma cena recorrente, e se torna muito irritante na presença de uma barra de energia constantemente no limite. Planejar bem o que será feito antes de começar a escalada torna-se essencial, mas não há precaução que evite todos os imprevistos do cenário e possíveis erros do controle.

Ao escalar é possível recorrer a alguns itens como garrafas de água ou inaladores, que recuperam o fôlego, ou até um "pivot" para sustentar o corpo durante a subida e descansar, mas como sempre, esse itens são escassos e devem ser usados com ressalvas.

O conceito de jogo de sobrevivência talvez jamais tenha sido desenvolvido com tanto realismo como em I am Alive. O cenário, o combate e os encontros com outros sobreviventes proporcionam situações interessantes e imersivas, que só são prejudicadas por conta de algumas arestas mal aparadas. Escalar os destroços e explorar a cidade destruída tem sempre consequências imprevisíveis e potencialmente frustrantes, graças às limitações impostas pela jogabilidade e, infelizmente, também criadas por um controle estranhamente impreciso. Com uma jogabilidade um pouco mais balanceada, controles melhores e mais conteúdo I am Alive seria uma grande aventura, ou quem sabe até um título vendido em caixa nas lojas e não apenas pelas seções de jogos simples da Live Arcade e Playstation Store.

Prós
- Boa ambientação;
- Situações de combate realistas;
- Um jogo verdadeiramente de sobrevivência;
- Sem zumbis.

Contras
- Controle impreciso;
- Impiedoso e potencialmente frustrante.


Fonte: http://outerspace.terra.com.br/?dir=analises&arquivo=viewer&cod_jogo=3497&cod_plataforma=17

NITROBOT
Estátua full size 1/6

Número de Mensagens : 3268
Idade : 38
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 26/06/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Tópico Oficial] I Am Alive, o jogo de sobrevivência pós-apocalíptico da UbiSoft para PSN e XBLA

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:13 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum