Entrevista com Hélder Moreira

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por Haruald em Qua Maio 19, 2010 4:42 pm

leonardo carvalho
(19/05/2010 - 12:53:19)
Flávio Mota, nosso amigo e parceiro da Comix, conseguiu uma entrevista exclusiva com Hélder Moreira, escultor brasileiro que faz trabalhos para a Marvel. Hélder está nas nuvens: sua escultura do personagem Destruidor, do universo asgardiano de Thor, foi usada como base para o design do personagem no filme do deus nórdico, dirigido por Kenneth Branagh e com estreia prevista para o ano que vem. Confira a entrevista!


Com carreira sólida no mercado norte-americano, onde residiu e exerceu vários ofícios, o escultor Hélder Moreira, natural e residente da cidade de Belo Horizonte,é o primeiro brasileiro a esculpir os personagens de uma das maiores companhias de entretenimento do mundo, a Marvel Comics pela Bowen Designs.
Para orgulho da nação o escultor está atualmente em terras brasileiras levando sua arte e ensinando a quem realmente quer se aperfeiçoar no ramo, com palestras e aulas que vão de dicas de material até como entrar no mercado internacional.

Heroi: Hélder como começou seu interesse por esculturas e qual a primeira escultura que te fez acreditar que era aquilo que queria “ser quando crescer”?

Helder M: Eu sempre fui um apaixonado pelo universo fascinante dos quadrinhos.Lembro como se fosse hoje quando meu pai me comprou a primeira revista em quadrinhos, que foi uma revista do Incrível Hulk desenhada por um dos irmãos Buscema , que são verdadeiras lendas do mundo dos HQs, o Sal Buscema. Desde então não parei mais. Nos anos 90 em uma das muitas que seriam as minhas visitas a São Paulo, que considero minha segunda casa aqui no Brasil, eu vi algumas peças licenciadas da Marvel Comics,de alguns personagens dos quadrinhos; por sinal foi na Comix que as vi. Aquilo me chamou muita atenção, pois até então, eu não sabia que existia este segmento de estátuas e minibustos dos personagens. Ali tudo começou.

Heroi: Como você conheceu a Marvel e como chegaram até você?

Helder M: Depois que vi que existia este mercado de esculturas dos personagens dos quadrinhos, eu comecei a pesquisar e tive na época uma surpresa, que este mercado só existia nos EUA. Eu sempre fui meio que "maluco" e sem pensar duas vezes eu peguei meu passaporte e fui até a Embaixada Americana e tirei meu visto de artista, já que eu tinha publicado trabalhos em revistas. Com visto na mão, eu parti para os EUA no começo do ano de 2000. Lá residi por quase oito anos. Como todo imigrante, tive um começo difícil; fiz diversos trabalhos ate alcançar meu objetivo como escultor. Trabalhei na construção, cortei grama durante um ano e meio e trabalhei na rede hoteleira de Orlando na Florida e no Kennedy Space Center. Foi uma experiência muito boa, que me fez crescer muito como pessoa e também para aprender o idioma. Depois de algum tempo comecei a ir às convenções de quadrinhos, que tem o circuito o ano inteiro por todo território Americano. Por fim tive a oportunidade, em 2004, de ir a maior e a mais importante delas, que é a San Diego Comic-Con, na Califórnia. Lá assim como nas outras, fui para mostrar meus trabalhos, mas desta vez seria diferente pois eu tinha visto na programação do evento que o grande pioneiro na produção das estátuas e mini bustos dos personagens da Marvel Comics, Randy Bowen, estaria participando do evento em seu stand. Mostrei para ele alguns trabalhos, como meu Colossus, Nightcrawler (Noturno), e o Arcanjo. Ele foi muito receptivo e mesmo com seu stand sendo um dos mais badalados da convenção me deu a maior atenção em nossos quase 40 minutos de conversa. Ele inclusive comentou que tinha gostado muito do meu Nightcrawler que havia enviado para ele em 2001, como portfólio, tanto que uma versão menor foi produzida baseada na minha escultura. Foi o máximo poder conhecer pessoalmente um dos melhores escultores dos personagens dos HQs; o cara é uma verdadeira lenda! Ao final da conversa, ele me deu seu cartão e me pediu para manter contato com ele. Algum tempo depois, sempre mantendo contato, eu recebi um e-mail dizendo que a Marvel tinha aprovado meu design para um minibusto do personagem chamado Machine Man.



O minibusto pronto

Fiquei em estado de choque! Fiquei muito feliz em saber que meu trabalho duro, durante todos aqueles anos, finalmente estava se concretizando, virando realidade! E especialmente pelo fato de trazer um título inédito que nosso país ainda não tinha, e ter um brasileiro esculpindo os personagens da Marvel Comics. Fiquei muito honrado em me tornar o primeiro escultor brasileiro a esculpir os personagens da Marvel Comics. Até então o Brasil só tinha representantes no universo dos quadrinhos no segmento dos desenhistas, onde por sinal estamos muito bem representados pelos artistas que temos trabalhando para as grandes editoras americanas.

Heroi: Dos trabalhos que fez, qual pode ser considerado “carro-chefe”?

Helder M: Eu gosto de todos os meus trabalhos pois cada um teve sua peculiaridade, mas eu poderia dizer que hoje em dia tenho muito orgulho da estatua do Destroyer (Destruidor, personagem do universo de Thor). Tempos atrás foi veiculada na internet uma imagem do personagem que estará na nova produção da Marvel Comics e Disney, que é o filme do Thor que tem sua previsão de estréia no ano que vem. O que mais me surpreendeu foi quando vi o que o próprio Randy Bowen postou em um comentário em um site americano, dizendo que o pessoal da Marvel havia tido uma reunião com o diretor do filme Kenneth Branagh e apresentaram a ele a estátua do Destroyer que eu esculpi. Fiquei muito feliz, em saber que meu trabalho está sendo usado como referência para o personagem do filme do Thor!




Esse é o design do Destruidor que chamou a atenção de Kenneth Branagh

Heroi: Existe um limite para criação de personagens?

Helder M: Costumo dizer que não existe limites para a Arte em si e para a imaginação. Mas no que diz respeito a trabalhar para uma companhia como a Marvel / Disney entre outras, eu diria que seja algo diferente. Pois você tem que seguir e manter a risca o traço fiel de seus personagens, que por sinal são a sua marca no mercado; eu não tenho nenhuma dificuldade ou conflito com isto.

Heroi: Qual a diferença de ser escultor no Brasil e nos EUA?

Helder M: Isto depende muito. Por exemplo, há 10 anos a internet praticamente estava engatinhando para se tornar o "monstro” que é hoje em dia. Na minha época, eu tive que ir para lá, hoje em dia, a pessoa pode trabalhar em qualquer parte do mundo, sem ter a necessidade de sair de seu país, graças a este grande poder de comunicação que a internet proporciona. Por causa deste avanço da internet, as distâncias estão cada vez mais curtas e o que era distante alguns anos atrás, hoje em dia se tornou "logo ali". Por outro lado infelizmente em termos culturais no Brasil, ainda temos aquele estigma tolo, que ainda insiste em tentar "elitizar" a arte com a idéia de que você só pode ser considerado um artista se tiver um diploma ou um curso superior em artes plásticas, ou algo parecido. O que realmente é muito medíocre e deplorável ao meu ponto de vista. Isto não acontece lá fora. No resto do mundo se você é um artista é respeitado por isso, tão simples como a Arte!
A Arte, não tem dono, e ela não permite ser controlada por uma pessoa ou um grupo de pessoas, ela é totalmente livre, não tem crença, raça, cor, religião, nacionalidade, orientação sexual e nem tão pouco pode ser atingida ou parada por quem assim tenta fazê-lo, seja por quem for, onde for e especialmente por políticos.

Heroi: Por que as peças tornam-se tão caras, deixando distante para muitos o sonho de tê-las?

Helder M: No caso específico do nosso país, o vilão principal é o excesso de tributos que acabam dificultando e inviabilizado não só este segmento, mas a maioria das coisas no Brasil. Mas também tem outros fatores que podem contribuir para os altos preços. Geralmente em sua maioria as peças colecionáveis são edições limitadas, o que dependendo de uma numeração baixa pode torná-las uma raridade, em alguns casos podem atingir preços astronômicos ou também atingindo preços e status de obras de arte e por ai vai...

Heroi: Existe um personagem que deseja transformar em escultura?

Helder M: Sim, existe. Entre eles estão alguns personagens do Ziraldo, assim também como personagens do nosso folclore e cultura brasileira, que por sinal é muito rica. Além disso, já tenho alguns projetos, entre eles um que já estão como piloto. É um personagem criado por um grande amigo e um dos mais ilustres artistas brasileiros que temos, Mozart Couto. Gostaria também de fazer algo na linha das estórias em quadrinhos nacionais. Tem muita coisa boa por ai. O único problema realmente é tempo pra tanta coisa boa!

Heroi: O que é preciso para que o artista brasileiro manter-se em seu país vivendo da sua arte?

Helder M: Especificamente nesta área, eu diria se profissionalizar e se adequar ao sistema de trabalho lá fora.

Heroi: De onde sai a inspiração para criar um personagem?

Helder M: Uma boa pergunta! Pode ser no supermercado, na escolha de uma boa picanha e uma cerveja bem gelada (risos)...Brincadeiras a parte, isto é muito relativo. No meu caso, como direciono minha arte para algo mais comercial, infelizmente, não posso me dar ao luxo de ter ao meu lado a inspiração, como aliada. Ou seja, na linguagem comercial você não pode ser um artista que só produz em virtude de estar inspirado ou não. Você tem que ser profissional. E ser profissional não tem nada a ver com "inspiração". Neste caso, você tem que jogar pelas regras de um mercado mundial cada vez mais exigente cujas regras são muito simples, o que é chamado de Gestão de Resultados. O que envolve palavras-chave como criatividade e design. Às vezes incomoda um pouco, pelo fato de haver um lado, assim dizer, "frio". Você acaba tendo que desenvolver em você mesmo mecanismos que o ajudem a fazer esta separação do profissional do emocional.

Heroi: Como você vê a pirataria aqui no Brasil que está em todos os setores e como poderíamos controlar ou acabar com isso?

Helder M: Boa pergunta. Praticamente é quase impossível se acabar com a pirataria no mundo, mas pode ser com certeza, diminuir esta prática ilegal. A pirataria sempre foi e sempre será algo de ruim que afeta em uma reação em cadeia tudo que esta a sua volta. Entre os afetados, estão os artistas, fabricantes e o próprio consumidor. Alguns anos atrás o Brasil conseguiu sair de uma lista negra, como um dos países que mais se pirateia no mundo. Mesmo com a saída desta lista, ainda estamos muito longe de ver o problema resolvido. No caso específico das estátuas e minibustos, você pode ver muita coisa sendo pirateada por ai, ainda não vi nada meu pirateado por aqui, mas não seria nenhuma surpresa se visse também. Nos EUA, por exemplo, as autoridades pegam "pesado” quando o assunto é pirataria. Lá não tem "colher de chá" para os que infringem as leis; tente piratear algo de uma companhia como a Disney pra ver o que acontece. Acredito que se houver um pouco mais de esforço das autoridades, em especifico a Polícia Federal, poderia se diminuir a pirataria no Brasil.

Heroi: Com o crescimento de leitores de quadrinhos no mundo, o cinema está cada vez mais investindo em tirar das HQs personagens e levá-los para as telas, dando um novo movimento e vida às nossas histórias favoritas. Em que isso influencia seu trabalho?

Helder M: Eu acho isto fantástico; hoje, aquela coisa do quadrinho ser tratada como sinal de rebeldia, ficou no passado. O fato é que a cada dia que passa vamos poder ver nas telas cada vez mais personagens que antes só víamos nas páginas das HQs. Já há algum tempo as HQs se tornaram algo muito mais além de suas páginas, se tornando parte do nosso cotidiano e ganhando o status de Cultura e Arte Pop. Este também é o mesmo caminho que os games estão trilhando. Já no meu trabalho, isto significa cada vez mais trabalho, tendo em vista o volume cada vez maior de personagens que ainda não foram tocados e dos que surgem e irão surgir no decorrer dos anos. Longa vida aos Quadrinhos!

Heroi:Comente o que você tem em projetos próximos e o que podemos esperar da sua arte para os próximos meses.

Helder M: Atualmente estou trabalhando em vários projetos que infelizmente por motivos contratuais não posso expor ao público por enquanto, mas para quem gosta do Thor, até o final ou no começo do ano que vem vocês poderão ver mais um personagem do universo Asgardiano! Entre os projetos, estarei ministrando um curso em São Paulo nesta área além de estar participando em outubro, do Fest Comix.Também terá alguns trabalhos meus como decoração no stand da Comix na Bienal de Belo Horizonte. Para quem estiver interessado em ver mais do meu trabalho fiquem a vontade para visitar meu blog. Gostaria de convidar também a todos para visitar nosso fórum brasileiro relacionado a esculturas e cultura pop. Em nosso fórum encontraram-se grandes nomes como Mike Deodato Jr., Mozart Couto, Will Conrad, entre outros.

Gostaria de agradecer ao Flávio pela divertida entrevista, ao Jorge e toda equipe da Comix e dizer que foi um prazer! Obrigado e espero que os leitores possam ter tido mais informações sobre o universo das esculturas, e dizer que no Brasil, existem artistas e profissionais tão competentes e que não ficam devendo nada ao pessoal lá de fora! Viva o Brasil!
Abraço a todos e até a próxima!
Helder M.


Fonte + todos os créditos: http://heroi.uol.com.br/conteudo.php?id=3435

Moderas achei coerente colocar nesta sessão do forum, mas caso esteja errado podem mover e me desculpem

Haruald
Heroclix

Número de Mensagens : 29
Idade : 32
Localização : Aracruz - ES
Data de inscrição : 17/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por TÉI em Qua Maio 19, 2010 4:48 pm

Obrigado por postar a entrevista, Haruald!

O Helder é fera mesmo! Parabéns!

_________________


TÉI
Administrador

Número de Mensagens : 7662
Idade : 42
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 12/01/2009

http://www.estatuaslimitededition.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por Leobartz em Qua Maio 19, 2010 5:00 pm

Parabéns pela entrevista Haruald!!
Não conhecia o trabalho do Helder ainda ... Muito louco!!

Leobartz
Busto

Número de Mensagens : 1039
Idade : 37
Localização : Sao Paulo
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por m4rc3low em Qua Maio 19, 2010 5:19 pm

Muito bacana a entrevista.
Realmente, o trabalho do Helder é fantástico

m4rc3low
Loja Limited Edition

Número de Mensagens : 38137
Idade : 35
Localização : Itabuna-BA
Data de inscrição : 09/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por Chaoui em Qua Maio 19, 2010 5:32 pm

É isso aí, bela entrevista! Viva o Brasil e seus talentos!!

Chaoui
Busto

Número de Mensagens : 1051
Idade : 40
Localização : Florianopolis - SC
Data de inscrição : 23/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por Haruald em Qua Maio 19, 2010 6:44 pm

Valeu pessoal, eu também achei bem bacana esta entrevista cedida ao Flávio Mota da Comix e noticiada pelo site Heroi, fico muito orgulhoso do Brasil conseguir exportar pessoas de tanto talento


Haruald
Heroclix

Número de Mensagens : 29
Idade : 32
Localização : Aracruz - ES
Data de inscrição : 17/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por tobi em Qua Maio 19, 2010 9:58 pm

Bonita história de superação de +1 brazuca.

Haruald escreveu:Valeu pessoal, eu também achei bem bacana esta entrevista cedida ao Flávio Mota da Comix e noticiada pelo site Heroi, fico muito orgulhoso do Brasil conseguir exportar pessoas de tanto talento

Dúvida: ainda existe a revista ou ficou só no site mesmo?

tobi
Figurine

Número de Mensagens : 396
Idade : 105
Localização : atrás de você
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por Bento em Qui Maio 20, 2010 1:38 am

Lição de vida e de profissionalismo a entrevista com Hélder!
Valeu por postar a entrevista aqui, Haruald!

PS: Mozart Couto, citado na entrevista, tem um ótimo blog onde ele compartilha muito de seu conhecimento para quem tem curiosidade no mundo da ilustração digital/quadrinhos, mostrando que se vc é bom em uma coisa, vc pode compartilhar seu conhecimento com os outros e não precisa, necessariamente, ser um escroto.

Bento
Legendary Scale Figure

Número de Mensagens : 7671
Idade : 37
Localização : Terra-do-caqui/SP
Data de inscrição : 25/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por REDTordo em Qui Maio 20, 2010 1:43 pm

Show, parabéns Hélder Moreira, seu trabalho é fantástico.

REDTordo
Estátua full size 1/6

Número de Mensagens : 2618
Idade : 40
Localização : São Luís - MA - Brasil
Data de inscrição : 20/04/2009

http://hqgibi.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por Haruald em Qui Maio 20, 2010 7:25 pm

tobi escreveu:Bonita história de superação de +1 brazuca.

Haruald escreveu:Valeu pessoal, eu também achei bem bacana esta entrevista cedida ao Flávio Mota da Comix e noticiada pelo site Heroi, fico muito orgulhoso do Brasil conseguir exportar pessoas de tanto talento

Dúvida: ainda existe a revista ou ficou só no site mesmo?

tobi um dia destes eu estava conversando isso com um amigo, mas pelo o que percebi a revista Heroi já não existe mais, com certeza deu lugar ao site, uma pena, na época que a internet não era tão comum assim ou quase não existia para o cidadão comum era uma ótima pedida para pessoal que buscava algum tipo de informação sobre animes "Cavaleiros do Zodíaco", séries "Arquivo X", entre outros

Haruald
Heroclix

Número de Mensagens : 29
Idade : 32
Localização : Aracruz - ES
Data de inscrição : 17/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista com Hélder Moreira

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 2:28 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum